terça-feira, 14 de março de 2017

Salada Califórnia

Olá Pessoal, receita retirada do site Receita de Minuto que não é somente receitas de low carb, mas tem uma categoria específica para nós, por isso vou postar pois achei uma delícia :-)

Comecei minha “dieta” de low-carb (baixo carboidrato), após as 18hs, mas não é bem uma dieta, mas sim uma ajuda pra perder a pança (hehehe) e claro que segui conselhos de profissionais e não estou fazendo por conta, e também não é nada radical, mas como não quero enjoar logo vou investir em saladas diferentes para sair da mesmice de alface e tomate, e claro que vou compartilhar com vocês as receitas, mas como cada um sabe o quanto come não vou por as quantidades, apenas os ingredientes e ai você monta como gostar.

A receita de hoje é uma salada califórnia, que mistura frutas, folhas o que deixa ela mais saborosa e interessante.

Ingredientes
Alface Americana
Agrião (s/ talos)
Manga (Tomy)
Abacate
Ovo Cozido (1 por pessoa)
Palmito
Milho
1 Filé de Frango (ou 3 kani-kama) (por pessoa)


Instruções

Tempere o frango com sal, pimenta do reino e azeite, frite em frigideira antiaderente, corte em laminas e reserve.
Lave e pique o alface americana com as mãos para forrar o fundo do prato, jogue as folhas de agrião por cima.
Corte a manga e o abacate em pequenos cubos e jogue por cima do agrião e depois jogue o milho cozido.
Cozinhe o ovo por cerca de 7 minutos, descasque e corte em rodelas e arrume na lateral do prato.
Assim que o frango estiver esfriado um pouco, arrume na lateral do prato e sirva com azeite, sal, vinagre balsâmico ou limão.


http://receitasdeminuto.com/salada-california/

Almôndegas de Frango Low Carb

Olá Pessoal, receita retirada do site Receita de Minuto que não é somente receitas de low carb, mas tem uma categoria específica para nós, por isso vou postar pois achei uma delícia :-)

Quando eu era criança adorava almôndegas de carne, mas sempre sem molho e bem fritinhas, com o tempo aprendi que não precisa ser frita em uma grande quantidade de óleo para  ficar gostoso e que um pouco de molho deixa um gostinho especial, então comecei a fazer em casa uma almôndega de frango light com aveia e cenoura ralada que deixa tudo muito mais nutritivo e saudável, e tenho que dizer que essa é a minha receita coringa na cozinha, pois sempre tenho um pouco de almôndegas congeladas me esperando na hora do desespero.

Ingredientes
300g Peito de Frango (cru)
Suco de 1 Limão
2 Dentes de Alho (triturado)
1 Cenoura Ralada
4 Colheres (sopa) de Aveia Flocos
Sal, Pimenta do Reino e Salsinha a gosto


Instruções

Triture no liquidificador 300g de peito de frango picado em pedaços pequenos usando a tecla pulsar.
Coloque o frango em uma tigela e tempere com suco de 1 limão, 2 dentes de alho triturados, pimenta do reino e sal a gosto.
Junte 1 cenoura ralada e 4 colheres de sopa de aveia em flocos finos e misture até obter uma massa firme, finalize com salsinha e misture bem.
Faça pequenas bolinhas com as mãos, frite em uma frigideira anti-aderente com um fio de azeite até dourar, ou se preferir asse em uma forma untada por 20 minutos virando na metade do tempo.
Coloque as almondegas em uma travessa, cubra com um pouco de molho de tomate, salpique queijo mussarela ralado e leve ao forno pré aquecido a 180ºC por 20 minutos e aproveite.


http://receitasdeminuto.com/almondegas-de-frango-light/

Rocambole de Frango Low Carb

Olá Pessoal, receita retirada do site Receita de Minuto que não é somente receitas de low carb, mas tem uma categoria específica para nós, por isso vou postar pois achei uma delícia :-)

Estar de Dieta é sinonimo de criatividade na cozinha e isso eu tenho muita. Eu estava esses dias na cozinha pensando o que fazer para a janta, pois não aguento mais comer filé de frango grelhado, então logo pensei e se eu fizer um rocambole? Bom o resultado foi um delicioso Rocambole de Frango com recheio de queijo e presunto. O bacana dessa receita é que da pra você comer de tarde como lanchinho também. Veja logo abaixo a receita:

Ingredientes
500g de Peito de Frango (s/ osso e pele)
Queijo (usei umas 4 fatias grossas)
Presunto (usei umas 4 fatias grossas)
Manteiga/Margarina
1 gema
1 Tomate
1 Alho
Manjericão
Limão
Pimenta do Reino Preta
Sal
Liquidificador e Papel alumínio


Instruções

Retire a casca do tomate e as sementes e bata no liquidificador, junto com o alho, sal e o manjericão para fazer um molho de tomate e reserve.
Corte em pequenos pedacinhos o peito de frango e triture no liquidificador (se seu liquidificador for fraco vai colocando de pouquinho e usando o pulsar para triturar).

Tempere o frango moido com limão, sal e pimenta do reino (ou como preferir) e abra ele fazendo uma camada fina sobre o papel alumínio.
Passe por todo o frango bastante molho de tomate e depois coloque o recheio no centro da massa.
Dobre as pontas da massa até o centro, para fechar o rocambole e leve para geladeira enrolando no papel aluminio por uns 60min.
Passe manteiga/margarina em toda superfície do frango, cobrindo bem e leve para assar com o papel alumínio em forno pré aquecido a 180ºC por uns 30min, depois é só abrir o papel alumínio e pincelar com a gema de ovo e deixar dourar um pouco.


Observações



 Sirva com Salada Mix de Folhas e Tomates Assados

 Quando eu fiz não caprichei no molho e acabou ficando um pouco seco, então da uma caprichada ai.

 Ou se quiser quando tiver terminando de assar regue com o molho de tomate e queijo ralado.

 Seja criativo e faça varios recheios, com peito de peru, atum, palmito, azeitonas, legumes e etc…


http://receitasdeminuto.com/rocambole-de-frango-baixo-carboidrato/


Danoninho Low Carb Zero Carboidratos

Olá Pessoal, receita retirada do site Receita de Minuto que não é somente receitas de low carb, mas tem uma categoria específica para nós, por isso vou postar pois achei uma delícia :-)

Estar de dieta é super complicado, ainda mais para quem adora um doce e não vive sem, a dieta que estou fazendo é a Dieta da Proteina, então nada de açucar, farinha e etc… O que complica fazer algumas coisas na cozinha, porém descobri algumas recetas perdidas pela net e resolvi testar e essa de Falso Danoninho deu super certo adorei, veja logo abaixo a receita:

Ingredientes

1 Lata de Creme de Leite (0% Carboidratos)
½ Pacote de Suco Clight Morango (ou outros sabores)


Instruções

Coloque tudo no liquidificador ou mixer e bate bem até ficar tudo misturado.
Coloque para gelar ou no congelador para virar sorvetinho de danone.


Filé de Frango Low Carb Moda Italiana

Olá Pessoal, receita retirada do site Receita de Minuto que não é somente receitas de low carb, mas tem uma categoria específica para nós, por isso vou postar pois achei uma delícia :-)

Aqui em casa sempre tento inventar novas formas de fazer o básico Filé de Frango, e dessa vez resolvi usar o molho pesto fora do prato de massa e fazer um delicioso e suculento Filé de Frango com bastante molho pesto, queijo e tomate, uma mistura de sabores básica mas que transforma tudo em algo delicioso.

Para essa receita usamos molho pesto industrializado, mas você pode fazer o seu em casa seguindo nossa receita: http://receitasdeminuto.com/molho-pesto

Ingredientes
Filé de Frango
2 colheres (sopa) Molho Pesto (p/ cada filé)
Queijo Mussarela
Tomate
Sal
Pimenta do Reino
Azeite


Instruções


Tempere os filés de frango de ambos os lados com pimenta, sal e um fio de azeite e espalhe bem.
Regue uma assadeira com o um fio de azeite para evitar que os filés grudem na forma.
Adicione cerca de 2 colheres (sopa) de molho pesto em cada filé e espalhe bem.
Adicione mussarela a gosto e rodelas de tomate.
Asse por 30 minutos em forno pré-aquecido a 200ºC.

Observações


MOLHO PESTO: Você pode comprar em qualquer supermercado ou fazer o seu em casa. Clique no link para ver a receita: http://receitasdeminuto.com/molho-pesto
ATENÇÃO: Como podem ver meus filés são altos, no meu caso usei ½ peito e separei só em dois filés, então se os seus forem mais finos pode ser que não precise de 30 minutos de forno e sim menos.
QUEIJO: Usei o mussarela mas pode usar qual você quiser.
TOMATE: Se desejar pode usar tomate seco ou tomate cereja para ficar mais delicado.


Enroladinho Low Carb de Salsicha e Bacon

Olá Pessoal, receita retirada do site Receita de Minuto que não é somente receitas de low carb, mas tem uma categoria específica para nós, por isso vou postar pois achei uma delícia :-)

Eu não sou muito de pular carnaval, mas sei que essa é uma ótima época para reunir os amigos e de divertir bastante  e com tanta diversão é sempre necessário um bom petisco para acompanhar a cervejinha gelada, a caipirinha ou no meu caso um drink não alcoólico (hehehe), então como sei que vocês não querem passar muito tempo na cozinha resolvi ensinar um aperitivo simples, gostoso e perfeito para ajudar a curar a ressaca da galera.


Obs: Essa receita não existe quantidades, pois você pode fazer a quantidade que desejar, a única coisa que você deve saber é que cada tira de bacon da para enrolar 2 pedaços de salsicha, mas se quiser pode usar 1 tira para cada pedaço, assim não corre o risco de se soltarem quando assado.

Ingredientes
Salsicha
Bacon em Fatias
Instruções
Corte a salsicha em 3 partes e enrole com uma tira de bacon.
Prenda com um palito, acomode em uma assadeira.
Leve para o forno pré-aquecido a 200°C por cerca de 20 minutos ou até o bacon ficar crocante.


Observações

SALSICHA: Não precisa ser aferventada já que vai ao forno, mas caso queira pode lavar elas em água corrente para retirar o excesso de corante.
BACON: O bacon tem mania de encolher então não deixe muito rente ou vai acabar se soltando no forno.
SUBSTITUIÇÕES: Se desejar pode usar aquelas linguiças fininhas defumadas no lugar da linguiça e tiras de presunto no lugar do bacon.
TOQUE ESPECIAL: Se desejar pode pincelar molho barbecue antes de levar ao forno para deixar mais gostoso, ou sirva a parte como eu fiz. (VEJA A RECEITA AQUI)
CONGELAR: Se desejar deixe tudo montado e congele por até 3 meses, na hora de assar é só levar para o forno ainda congelado que não tem problema.


Pizza Low Carb Crepioca

Olá Pessoal, receita retirada do site Receita de Minuto que não é somente receitas de low carb, mas tem uma categoria específica para nós, por isso vou postar pois achei uma delícia :-)

 Se você ainda não ouviu falar de crepioca pode ser que esteja um pouco por fora das tendencias culinárias (isso existe hehehe), a crepioca é uma mistura de ovo com tapioca e é muito consumida no café da manhã pelo pessoal “fitness“, mas a crepioca ganhou fama na internet e tem conquistado muitas pessoas, e como eu sei que todo mundo gosta de pizza, resolvi juntar a nova receita queridinha da internet com algo que já conhecemos e amamos, então apresento a vocês a crepioca pizza que não possui glúten e pode receber a cobertura que você gostar.

 Ingredientes
7 colheres (sopa) de Tapioca
 ½ colher (chá) de Fermento Químico
1 ovo sal
Presunto Queijo Mussarela
Molho de Tomate
Manjericão

 Instruções

Em uma tigela misture a tapioca,sal, fermento e o ovo até dissolver toda a tapioca.

Aqueça uma frigideira anti-aderente, adicione a massa e faça movimento circulares para preencher todo o fundo da frigideira, tampe a panela e cozinhe em fogo bem baixo até que a parte superior esteja firme ao toque.

Com o fogo desligado, passe um pouco de molho de tomate, presunto picado, queijo e manjericão, tampe a frigideira e deixe em fogo baixo até que o queijo esteja completamente derretido e sirva logo em seguida.

Observações 

TAPIOCA: Se você não tiver use polvilho doce que também funciona.
 DOCE: Se quiser uma versão doce adicione uma pitada de açúcar na massa.
CHEIRO DE OVO: Se quiser tirar o cheiro de ovo, passe ele por uma peneira para retirar a película que causa o cheiro forte.
MAIS CROCANTE: Se desejar mais crocante deixe fritar mais um pouco até a bordas ficarem douradas.
CONGELAMENTO: Se desejar pode congelar a pizza já com a cobertura, mas embale muito bem para não criar cristais de gelo, e consuma no máximo em 1 mês.
 DESCONGELAMENTO: Leve a pizza do freezer para o forno ou espere descongelar e aqueça na frigideira com tampa e fogo bem baixo.
MICRO-ONDAS: Não foi feito nenhum teste, então se você conseguir fazer me avise. COBERTURA: Use o que quiser e gostar, deixe a criatividade fluir e invente sua pizza.
ATENÇÃO: Se você espera que essa massa fique parecida com pizza de pizzaria essa receita não é para você, essa é uma adaptação para fazer uma pizza com a massa de crepioca (ovo+tapioca).


Tortinha Low Carb de Amendoim sem Glúten

Olá Pessoal, receita retirada do site Receita de Minuto que não é somente receitas de low carb, mas tem uma categoria específica para nós, por isso vou postar pois achei uma delícia :-)

A Ana de Cesaro do Canal e Blog Tá e Dai, deu um pulinho aqui em São Paulo e veio aqui em casa para bater papo e gravar uma receitinha delicinha de Tortinha de Amendoim sem Glúten e sem Açúcar, ou seja: Todo mundo pode comer feliz!!!!!

Obs: Se você quiser pode trocar o recheio para o que você quiser!!!

Conheça o Canal da Ana: www.youtube.com/anadecesaro
Conheça o Blog da Ana: www.taedai.com.br


Ingredientes
Recheio:
2 xícaras (chá) de Amendoim (sem pele, torrado e sem sal)
2 (ou 3) colheres (sopa) de Óleo de Coco
3 colheres (sopa) de Mel ou Adoçante Culinário
Massa:
1 xícara (chá) de Farinha de Aveia
½ xícara (chá) de Aveia em Flocos
½ colher (sopa) de Chocolate em Pó
1 colher (sopa) de Adoçante Culinário
2 colheres (sopa) de Óleo de Coco ou Manteiga
1 ovo (pequeno)

Instruções

Em um processador ou liquidificador coloque o amendoim aos poucos e bata até que ele vire uma pasta grossa. Junte o óleo de coco e bata até ficar cremoso, adoce com o mel ou como preferir, bata mais um pouco até ficar na consistência que mais te agradar e leve para gelar.
No processador coloque a farinha de aveia, aveia em flocos, chocolate em pó, adoçante culinário, óleo de coco e o ovo e bata até formar uma massa que seja possível modelas, se precisa adicione mais farinha de aveia até atingir o ponto.

Unte forminhas com um pouco de óleo, e coloque a massa de forma que cubra o fundo e as laterais. Leve para assar em forno pré-aquecido a 200°C por cerca de 20 minutos, espere esfriar para desenformar.

Coloque um pouco de manteiga de amendoim na massinha já assada e decore como desejar.
Consuma no máximo em 3 dias e mantenha na geladeira.

Observações

RECHEIO DE AMENDOIM: Se você for alérgico ou não gostar de amendoim, faça um recheio que gostar, essa massinha combina com tudo =D

MASSA: Se desejar ela pode ser congelada depois de assada, e caso prefira pode fazer sem o chocolate, mas ai recomendo colocar alguma coisa para disfarçar o sabor forte da aveia.

MANTEIGA DE AMENDOIM: Sempre coloque o amendoim aos poucos ou pode acabar desandando, se escolher mel para adoçar sempre coloque no final, se for açúcar pode colocar logo de inicio que não tem problema.


Pão Low Carb tipo Nuvem

Olá Pessoal, receita retirada do site Receita de Minuto que não é somente receitas de low carb, mas tem uma categoria específica para nós, por isso vou postar pois achei uma delícia :-)

Esses dias estava lembrando a época que eu era a louca das dietas e sempre sentia falta de um pãozinho para o café da tarde e foi ai que resolvi testar o tal Cloud Bread que faz muito sucesso na internet e tenho que dizer que no momento do desespero é uma opção ótima por ser simples e levar poucos ingredientes e aqui na minha versão coloquei um pouco de queijo parmesão assim fica com um gostinho de pão de queijo, afinal podemos até estar de dieta mas temos que tentar deixar tudo mais gostoso né hehehehe…

Ingredientes
3 Gemas de Ovos
3 Clara de Ovos
50g de Cream Chesse (ou outro queijo cremoso)
¼ xícara (chá) de Queijo Parmesão Ralado
¼ colher (chá) de Fermento Químico em Pó
Sal


Instruções

Então coloque na tigela 3 gemas, 50g de creamcheese, ¼ xícara (chá) de Queijo Parmesão, 1 Pitada de Sal e bata até ficar bem homogeneo.
Em outra tigela coloque as claras, ¼ colher (chá) de fermento químico em pó e bata até formar claras em neve firmes.
Junte os creme misturando cuidadosamente para não perder o ar, acomode porções formando um circulo em uma forma forrada com papel manteiga e untada e leve para assar em forno pré-aquecido a 200°C por 25 minutos.

Assim que terminar desligue e abra o forno e deixe lá por mais 10 minutos para esfriar e é só aproveitar.

Observações


OUTROS SABORES: Se você quiser pode adicionar ervas secas ou cacau em pó e adoçante para fazer uma versão doce.

CONSERVAÇÃO: Guarde em um saquinho plastico para manter fofinho em temperatura ambiente por até 2 dias ou na geladeira por 5 dias e na hora de consumir coloque na sanduicheira ou na frigideira para dar uma torradinha.


fonte: http://receitasdeminuto.com/pao-nuvem-lowcarb/

Omelete Low Carb de Forno com Queijo e Tomate

Olá Pessoal, receita retirada do site Receita de Minuto que não é somente receitas de low carb, mas tem uma categoria específica para nós, por isso vou postar pois achei uma delícia :-)

Nós sabemos que omelete é aquela comidinha rápida que todo mundo adora, mas vamos combinar que as vezes na hora de virar pode virar um ovo mexido hehehe… então depois de sofrer com isso muitas vezes eu descobri a alguns anos atras que Omelete de Forno é tão pratico quanto e faz muito menos sujeira, sem contar que fica parecendo uma tortinha.


3 Ovos
100g de Queijo Branco
1 Tomate (s/ sementes)
¼ colher (chá) de Azeite
¼ xícara (chá) de Leite
Cream Cheese (a gosto)
Manjericão (a gosto)
Salsinha (a gosto)
Pimenta do Reino (a gosto)
Sal (a gosto)


Instruções

Em uma tigela bata os ovos com o leite, e tempere com sal, pimenta do reino.

Em uma forma pequena (15cm) untada, coloque o tomate picado sem sementes, o queijo branco picado, manjericão, cream cheese. 

Coloque a mistura de ovos, finalize com salsinha picada e leve para assar me forno preaquecido a 200°C por cerca de 20 minutos ou até dourar.

Observações 


“RECHEIO”: Aqui fiz de Queijo Branco e Tomate, mas você pode usar o que tiver na sua geladeira, eu mesma já fiz com legumes, salsicha, presunto e tudo o que a criatividade permitir.

FARINHA: Se você quiser adicionar algum tipo de farinha para render mais e assar mais rápido, aconselho a pensar em farinhas boas, como aveia por exemplo.

FORMA: Essa quantidade é para 2 pessoas e rende uma forma pequena de 15cm, então se for para mais pessoas dobre ou até triplique a receita.

ESPERE ESFRIAR: Espere esfriar um pouco antes de tirar da forma para que tudo volte ao lugar e não quebre.

CONSERVAÇÃO: Guarde na geladeira bem embalado por 3 dias, não recomendo o congelamento, pois pode ficar com textura esponjosa.


fonte: http://receitasdeminuto.com/omelete-de-forno-de-queijo-e-tomate/

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Receita Pizza deliciosa Low Carb

Pizza low carb

Quem disse que nós não comemos pizza?? Comemos sim! 
Ela é a nossa queridinha, desejada, amada! Então por isso dividimos com você a receita dessa Pizza maravilhosa e totalmente Low Carb.
E a melhor notícia , é que ela é super ,super fácil.
Vamos lá então!?
         
          INGREDIENTES:
5 ovos
50 gramas farinha de amêndoas
Sal
Obs: Você pode adicionar temperos também!
Bata os ovos, adicione a farinha, e sal.
Unte a forma, coloque a massa pra pré aquecer durante 5 min em forno médio.
Depois adicione o molho , e recheio do seu gosto. Leve ao forno novamente pra assar. 
Aí você usa sua criatividade ou recheios de pizzas tradicionais  na sua pizza Low carb.
Depois me conta o que achou da receita, combinado? 
Bjsss

Beber ou não beber LEITE?

Leite é low carb


Beber ou não beber LEITE?! Para começar, quando falamos em consumo de leite, de qual leite estamos exatamente falando?!
Vamos olhar para a história, ela nos conta que nossas bisavós, tataravós (depende de sua idade) tomavam leite de vaca porque muitas tinham o animal no quintal ou obtinham a bebida por meio desta fonte. Era um leite “de verdade”. Diante desta herança de nossos antepassados, muitos perguntam se é possível optar pelo leite de vaca. Depende de como este animal é cuidado.

Os anos se passaram e, infelizmente, o leite está muito longe de ser saudável. As vacas leiteiras recebem diariamente hormônios de crescimento e de simulação de gravidez para aumentar a produção de leite, bem como antibióticos para diminuir infecções provocadas pelos mais variados mecanismos e químicos a que estão expostas. Nada pior do que contaminar o próprio leite com esses materiais!
Outro fato: surpreendentemente o leite está longe de ser “a” fonte de cálcio, como é tido hoje, pelo contrário, o corpo humano é incapaz de absorver este nutriente do leite da vaca e também ficou provado que o leite pode aumentar as perdas de cálcio nos ossos.

A questão sobre o leite é amplamente discutida há anos tanto entre população em geral quanto comunidade científica. Assim como outras frentes – o leite também tem pesquisas financiadas pela Indústria láctea – o que não é novidade, certo? Então, de certo que encontraremos diversas visões sobre o seu consumo e impactos no organismo. Sabemos que tanto o tabaco quanto o açúcar tiveram suas verdades reveladas – tendo sido quanto aos seus reais efeitos sobre a saúde do ser humano.

Acredito que o conhecimento de benefícios e efeitos adversos deve estar à mão de todos e, com base neste saber, as pessoas poderão tomar a decisão de continuar a consumir determinado produto ou não.
Hoje muitas são as opções para escolhermos para beber (como leite de amendoas, de coco por exemplo). Se você decide consumir o leite, esteja assumindo que é porque de alguma forma “gosta”, NÃO porque precisa, ou é bom para sua saúde! Porque isso não procede.
Sem mimimi, é hora de dar um chega pra lá na “bebida mugida”.

Fonte: Dr. Barakat

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Você Quer Emagrecer ou Mudar?


Você Quer Emagrecer ou Mudar?

Essa foto retrata a vida de muitas pessoas, indecisas, com medo de mudar, ou dizendo um até logo ao estilo de vida desregrado e errado de se alimentar.
Dizendo tipo: Olha, vou ali emagrecer ,mas já estou voltando pra vocês. Kkkkkkk
Ou: Será que eu preciso deixar tudo isso mesmo?? Não tem outra opção??
Estava hoje pensando quando foi o momento que decidi viver a Low Carb.
Aí me lembrei que foi quando eu decidi mudar! E essa pergunta me veio a mente:
Quero emagrecer ou quero mudar? 
Por que é possível emagrecer sem mudar,já fiz isso algumas vezes. Mas mudar, mudar vai dar trabalho, vai te fazer sofre no início, mas vai gerar muito mais resultados do que simplesmente emagrecer. Você vai mudar! Essa palavra significa muito pra mim!

Durante muitas dietas que fiz, eu queria somente emagrecer, e o prazo de validade da minha "dieta" era quando eu estivesse magra. E eu acho que é assim que a maioria das pessoas pensam. E a maioria das pessoas ,assim como eu quebraram a cara ou ainda quebram. Sabe por que?? Por que não existe a vontade de mudar, somente a vontade de emagrecer. OU melhor, não existe DECISÃO!!
Sei que não é fácil! Eu vivi isso, e ainda estou em fase de mudança. Mas me sinto tão feliz, pois eu sei que algo mudou dentro de mim, eu realmente decidi mudar. MUDANÇA É DECISÃO! 

Deixar pra trás aquilo que não mais é seu, que não faz parte da sua vida, que não te favorece.
Isso não significa que nunca na sua vida você vai comer um pão, ou um doce( talvez alguns consigam e decidam assim). Mas mudar e não ser mais quem você era antes. Não ser compulsivo, descontrolado. Mudar é dominar a situação! E ter poder de decisão, e não se render a primeira tentação.
Hoje a Lilian Sá compartilhou um trecho tirado de um livro, que eu achei que se encaixa nesse post:
Faça um teste: TENTE levantar-se da cadeira.Isso mesmo! Sente-se e TENTE se levantar bem devagar. Mas só "TENTE". Uma coisa é se LEVANTAR, e outra é ficar tentando, tentando...Cansa muito mais!( Jaoui Talia)
E ela seguiu falando que a impressão que dá é que quando declaramos que estamos tentando, nos parece que já estamos fazendo."
Olha gente , não comecei, mas estou tentando OK!? " E na verdade tentar , só significa tentar. É muito diferente de decidir, de executar. Tentar é cansativo e frustrante! É desanimaodor! Quantas vezes declarei que estava tentando , mentindo pra mim mesma.

Quero te animar hoje a mudar. 
Mudar a mente, a vida, a postura , a COMIDA rsrs 
O que sustenta um exterior transformado , é o interior transformado primeiro. Então,comece por dentro!

Me fala o que essa foto diz pra você?
Bjs gente! 
Até mais!

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Dieta Low Carb: Iniciação, receitas, dicas, lista de alimentos permitidos

ESTE MATERIAL É ALTAMENTE RECOMENDADO PARA VOCÊ QUE ESTÁ INICIANDO SUA DIETA LOW CARB, FAÇA BOM PROVEITO E DEIXE UM COMENTÁRIO :-)
Temos tantos exemplos que deram certo, relatos de melhoria de vida com a dieta Low Carb e histórias de superação mesmo depois de tantas dietas de vários tipos e com muito sofrimento  sem o tão esperado SUCESSO no final. É fácil perceber que a dieta Low Carb dá certo, mas como funciona essa dieta? É isso que vou explicar a vocês agora!
A dieta Low Carb tem como objetivo reduzir a quantidade de carboidratos ingeridos. E trocando também por um carboidrato de melhor qualidade, com baixo índice glicêmico.

Uma alimentação convencional é que 50% a 55% do que é ingerido no dia seja carboidrato. Com a dieta Low Carb e seus métodos o macronutriente pode compor entre 45% a 5% do que é consumido em um dia.
Uma redução extrema de carboidratos, até emagrece, porém ele não será saudável e pode ter uma série de consequências. Por isso não é parar de comer, mas sim comer comida de verdade. Os carboidratos incluem alimentos como arroz, macarrão, pão e batata.
O método Low Carb defende que seja priorizado o consumo de carboidrato, porém de baixo índice glicêmico, cuja glicose (açúcar) é absorvida em de forma mais lenta e por isso não altos índices de insulina e glicose no organismo. Alguns exemplos de alimentos com essas características são a batata doce e o arroz integral, mas existem diversos outros tipos de alimentos que podem ser consumidos na dieta Low Carb.
A dieta Low Carb então faz com que você emagrece de forma saudável ao sugerir que a alimentação priorize os carboidratos, porém com baixo índice glicêmico.
Com isso quando o carboidrato é ingerido a glicose presente nesse alimento será utilizada pela célula para obter energia.
A dieta Low Carb propõe uma redução pequena de carboidratos, em torno de 40% do que é ingerido ao dia, com isso ajuda você começa a emagrecer.
O baixo consumo de carboidratos leva a uma redução drástica na liberação de insulina, o que se traduz em uma maior mobilização dos estoques de gordura para serem utilizados como fonte de energia.
Ao utilizar os estoques de gordura, é natural o processo de emagrecimento acontecer. E o melhor, sem passar fome por isso.
Mas também, outras mudanças são necessárias para uma dieta saudável. Procure ingerir mais carnes magras, aves e peixes, vegetais e frutas, laticínios com redução de gordura, oleaginosas e grãos.
E tem mais benefícios, mesmo que não precisa emagrecer, a dieta Low Carb pode ser o início de uma mudança de hábitos alimentares para ter uma alimentação saudável.
Quando se restringe carboidratos no cardápio, um dos efeitos é a diminuição da vontade de comer carboidratos refinados (doces, massas brancas e pães) e outros alimentos processados. Ajuda também a controlar a compulsão por açúcar, já que a dieta Low Carb reduz variações de glicose responsáveis pelo aumento da vontade começar doces.
A dieta em todos os sentidos é uma excelente forma de alimentação, além de emagrecer para os que desejam, ela ainda deixa seus hábitos alimentares mais saudáveis, o que irá contribuir não apenas para sua autoestima, mas também para sua saúde de modo geral.
Não existe uma quantidade exata de cada alimento que pode consumir, uma vez que não é necessário fazer um controle rígido das calorias- desde, é claro, que você limite o consumo de carboidratos e não ultrapasse o ponto de saciedade.

Alimentos Permitidos na dieta Low Carb

A dieta Low Carb funciona, é comprovado. Decidido então começar a dieta, começa vir as dúvidas.
Mas O que comer?  O que evitar? O que são Carboidratos? Quais os tipos de Açúcar? Vale todos os legumes? E as frutas? Devo comer gorduras? O álcool é liberado? E sobremesas, pode comer?
Alimentos Permitidos na Dieta Low Carb
Alimentos Permitidos na Dieta Low Carb
São tantas dúvidas que surgem nesse infinito mundo de alimentos que não sabemos nos organizar, pode até acontecer de comermos alimentos que não são indicados na dieta, como ao contrário, evitar algo que podemos comer. Não é necessário ser um especialista, entender tudo de carboidratos, da química por trás dos alimentos, ter conhecimentos sobre medicina.
Pode-se comer bem e saudável na dieta Low Carb, apenas é necessário ter conhecimento do que pode e não pode, preparamos uma lista bem especial para você se organizar na sua alimentação. Vamos começar com o que não pode:

O que não pode na Dieta Low Carb

Gordura trans: Corte todo tipo de gordura hidrogenada ou parcialmente hidrogenada;
Açúcar: Doces, sucos, refrigerantes, bolos, pães, tortas, etc;
Grãos com glúten: Pães e massas (Trigo, centeio e cevada);
Cerveja: é um pão líquido, cheio de carboidratos rapidamente absorvíveis; e
Leguminosas: tais como feijões e lentilhas são ricos em carboidratos.

 O que pode na Dieta Low Carb

Frutas com baixo índice glicêmico: Laticínios, morando, amora, cereja;
Nozes e sementes: Amêndoas, castanhas, nozes, semente de abóbora e girassol etc;
Verduras de todos os tipos: Se você não curte uma salada, faça um esforço, com certeza valerá a pena. Nesse grupos estão: folhas verdes (como alface, rúcula, agrião, escarola, endívia, couve, repolho, espinafre), abobrinha, brócolis, tomate, cebola, alho, pimentão, alcachofra, chuchu, aspargos, palmito, rabanete, pepino, berinjela, quiabo, vagem, couve-flor;
Proteína de alto valor biológico: Carne vermelha magra, peito de frango, peixes, ovos, whey protein isolado. Embutidos (salsicha, mortadela, linguiça, peito de peru, etc.) são permitidos, mas deve-se ficar atento à quantidade de sódio (que promove retenção de líquidos) e de carboidratos nos rótulos;
Gordura natural: Molhos naturais, com muita gordura: usar manteiga e creme de leite quando você cozinha pode tornar a sua comida mais saborosa e te fazer sentir mais saciado;
Frutas com baixo índice glicêmico: Morando, amora, cereja.
Frutas vermelhas: (morango, cereja, pitanga, acerola, amora, mirtilo): para comer com moderação. Sugiro ler o artigo sobre Frutas Permitidas na Dieta Low Carb 
Ovos: de todos as formas. Cozidos, fritos, omeletes, etc. Dê preferência aos ovos caipiras;
Gorduras Boas: Nozes, azeite, óleo de coco, abacate, salmão, atum e sardinha;
Bebidas: Café, chás sem açúcar (camomila, erva doce, etc.) e água sem gás; e
Laticínios: Queijo, manteiga, creme de leite, iogurte.
Alguns alimentos são permitidos, mas em quantidades limitadas:
Creme de Leite: até 4 colheres de sopa por dia. Também nata, creme de leite fresco e creme azedo. Não inclui creme de leite light
Maionese: até 4 colheres de sopa por dia. Importante verificar o rótulo, algumas marcas têm pouco carboidrato.
Suco de Limão: até 4 colheres de sopa por dia
Azeitonas: (pretas ou verdes): até 6 por dia
Queijo: até 110 gramas por dia. Inclui nessa lista de queijos, queijos duros, queijo suíço, cheddar inglês, gorgonzola, mozzarella, cream cheese, queijos de cabra. Evite queijos como requeijão e cheddar americano, queijos que são processados. Sempre verificando o rótulo, da embalagem.
Abacate: Até meia fruta por dia
Molho de soja: até 4 colheres de sopa por dia
É sempre importante analisar a quantidade de carboidratos de cada produto em suas embalagens, pois dependo da marca pode ter valores que são diferentes do recomendado
Com essa lista você pode montas diversos cardápio na sua dieta, sugiro ler o artigo Cardápio para dieta low carb refeições para conferir algumas dicas de cardápios super deliciosos para montar.

Cardápio para Dieta Low Carb

O principal objetivo da Dieta Low Carb é comer menos carboidratos, focar nas proteínas e gorduras saudáveis.
Por esse motivo não existe um cardápio específico para a dieta. Sugerimos algumas opções de cardápio nos horários, mas fique livre para mudar conforme a sua preferência. Mas para isso é importante saber o que pode ou não pode acrescentar, sugiro ler sobre alimentos permitidos dieta low carb  para ter mais conhecimento do que acrescentar e/ou modificar nos cardápios.
Há tantas possibilidades de cardápios, darei algumas opções do que comer:

Café da Manha

  • 1 omelete com 2 ovos caipiras , 1 fatia de bacon frito com óleo de coco ou manteiga, queijo de sua preferencia, 1/2 copo de espinafre, tomate a gosto, com um copo de chá verde, água com limão espremido e adoçante;
  • Enroladinhos de presunto e queijo preparados com tomate e orégano na frigideira (como um Bauru sem pão);
  • Omelete com queijo, salsinha, cebolinha e 1 colher de chá de semente de linhaça dourada.

Lanche da manhã

  • 1 pedaço de queijo;
  • 2 ovos cozidos temperados com azeite, tomilho e cebolinha; e
  •  1 xícara de café com creme de leite.

Almoço

  • “Sanduíche” com alface (no lugar do pão) com maionese,queijo e peito de peru;
  • 1 file de salmão frito no óleo de coco, com repolho refolgado na manteiga e no bacon, salada de agrião com rabanete, vinagre e azeite; e
  •  Camarões grelhados com alho e salada de abacate com alface.

Lanche da tarde

  • 1 punhado de amendoim e queijo
  • 1 xícara de gelatina sem açúcar
  • 5 nozes

Jantar

  • 1 lata de atum + 1 xícara de legumes cozidos;
  • 1 file de carne frito na manteiga, 1 ovo cozido, 1 copo de espinafre refogado na manteiga; e
  • Salsicha frita no óleo de coco (ou azeite) com pimentão vermelho e coberta com queijo ralado.

Para sobremesa separamos 8 receitas muito deliciosas

Varie o cardápio

Como em qualquer dieta, por achar que não tem tantas opções, a repetição de alimentos gera monotonia na rotina e desestimula a continuar a dieta Low Carb.
Planeje o seu cardápio da semana sempre o variando, alterna o tipo de alimentos e a forma de preparo, alguns deles podem ser preparado de mais de uma maneira, além de combinações com outros tipos de alimentos.
Pesquise receitas, invente, crie, prove, não deixe cair na rotina, isso poder causar desanimo da Dieta Low Carb.

Coma folhas Verdes

Como nem tudo é perfeito, um dos efeitos colaterais da dieta Low Carb é a prisão de ventre devido ao consumo em excesso de proteínas e pela falta de fibras no cardápio.
Para facilitar consuma folhas verdes toda dia, isso ajudar na prisão de ventre.

Alimentos Naturais

Evite sempre que possível alimentos processados, até mesmo aqueles que sejam Low Carb. Um dos objetivos sempre será a alimentação mais saudável e nutritiva, com menos aditivos químicos e outras toxinas.

Água

Independente de estar em dieta ou não, água é essencial para a vida humana, beba bastante água, durante a dieta Low Carb ela ajuda a eliminar as toxinas resultantes do metabolismo provenientes das toxinas.

Mantenha a contagem de carboidratos

É muito fácil perder o controle durante a dieta, por isso é necessário ter uma organização de tudo o que consumou durante o dia para não ultrapassar o limite de carboidratos recomendado na dieta Low Carb.

Passar fome

um erro muito comum é achar que pelo fato de estar em dieta tem que passar fome, na dieta Low Carb é comum querer diminuir a quantidade de gorduras e ficar apenas com proteínas, isso ocasionará em mais fome e mais sofrimento para continuar a dieta. Lembre-se a dieta Low Carb ajuda você comer comida de verdade e não passar fome.
Gostou do nosso artigo? Compartilhe e deixe um comentário se você tem mais sugestão de cardápios para usar na dieta Low Carb.

Frutas Permitidas na Dieta Low Carb

As frutas é outro tema de bastante dúvidas aos praticantes da dieta Low Carb, é normal as pessoas acharem que fruta perde peso, pois ela é totalmente natural.
É recomendado sim comer frutas durante o dia, mas na dieta Low Carb devemos ficar atentos em alguns detalhes para não descuidarmos na quantidade carboidratos que serão ingerimos durante o dia.
Frutas Permitidas Dieta Low Carb
Frutas Permitidas Dieta Low Carb
Como você sabe, o objetivo da dieta Low Carb é reduzir o consumo de carboidratos (caso não saiba, sugiro a leitura (como funciona a  dieta low carb)
Na dieta Low Carb um dos processos é comer bastante vegetal, os vegetais contém carboidratos, porém em proporção muito menor comparado com as frutas, elas tem frutose (açúcar da fruta) portanto são ricas em carboidratos.
Temos então que atentar para quais tipos de frutas comer na dieta Low Carb, principalmente se o objetivo se o objetivo com a dieta for de perder peso.
Então, qual fruta comer? Pode limão? Morando? Abacaxi? Uva? Banana? Abacate? São tantas opções que ficamos um pouco perdidos. Continue lendo esse artigo para você entender sobre frutas permitidas na dieta Low Carb.
Repetidamente citamos em nossos artigos, que sempre devemos estar atento a quantidade de carboidratos, já que o objetivo da dieta Low Carb é em função dessa substância, por isso é essencial saber o quanto de carboidratos foi consumido durante o dia sem ultrapassar a sua meta.
Tudo depende da quantidade de peso que deseja perder, isso influência na intensidade da sua dieta.
Por exemplo, você deseja perder 35 quilos, terá que consumir em torno de 20-25 gramas de carboidratos para perder peso, nesse caso, não faz sentido você consumir toda a sua cota diária controlada de carboidratos em uma fatia de melancia. Vale mais a pena gastar em verduras (salada, pepino, brócolis, etc.)
Se a dieta Low Carb é apenas para melhor seus hábitos de alimentação, ou já está próximo da sua meta, tem a possibilidade de consumir mais carboidratos, pois a intensidade da sua dieta já é um pouco menor.
A decisão então fica por conta de seus objetivos com a dieta, quando mais peso perder é melhor que se consuma menos carboidratos.
Já sabendo que pode comer frutas e depende apenas de você o controle. Quais frutas tem mais carboidratos?
Algumas frutas sempre serão boas opções na dieta Low Carb, independente de em que momento da dieta está.
  • Frutas vermelhas (framboesa, amoras, morango e acerola);
  • Limão;
  • Coco; e
  • Abacate.
As que tem mais carboidratos são:
  • Maças;
  • Bananas;
  • Uva;
  • Mamão;
  • Melancia;
  • Abacaxi;
  • Manga.
As frutas são totalmente naturais, não são alimentos processados, mas nem por isso você pode comer à vontade, mesmo as que possuem menos carboidratos é necessário um controle em seu consumo.
Sempre leve em consideração quanto de carboidratos precisa comer diariamente e fique atento para que não saia da sua meta. Mesmo frutas, apesarem de saudáveis, na dieta Low Carb é preciso ter um controle, como citamos, se o seu foco for emagrecer.
Gostou? Compartilhe para mais pessoas saberem sobre esse mito das frutas na dieta Low Carb e deixe seu comentários para sugestões.

Os melhores alimentos Low Carb

É incrível como a redução de carboidratos pode ter impressionantes benefícios. Reduz o nível de fome, que tende a levar à perda de peso de forma natural pelo seu organismo, sem ficar contando calorias, basta apenas dosar carboidratos em seus hábitos alimentos. Além de melhor consideravelmente sua alimentação e consequentemente sua saúde.
Não sabe como funciona? Sugiro a leitura como funciona a dieta Low Carb para entender como se dar o processo da dieta Low Carb e como ela é maravilhosa.
Felizmente a Dieta Low Carb não é complicada. É muito simples, basta comer alimento Low Carb (baixo carboidrato) e controlar a quantidade ideal para comer no seu dia a dia.
Separamos os melhores alimentos para essa dieta, aqueles que tem a menor quantidade entre todos recomendado na dieta. Para saber o que pode ou não na dieta Low Carb, sugiro a leitura alimentos permitidos dieta low carb desses alimentos temos alguns mais especiais.

Grupo das Carnes

Com exceção dos órgãos com possuem cerca de 5% de carboidratos. Todos os tipos de carne estão perto de zero carboidrato. Podemos cita-las, carne de cordeiro, carne de vaca, carne de porco até mesmo o bacon (mas fique atento em sua compra e no seu modo de preparo)
Outras carnes com baixo teor de carboidratos:
  • Peru;
  • Vitela;
  • Carne de veado.

Grupo dos Frangos

Frango é uma excelente pedida na dieta Low Carb, possuem zero de carboidratos. Aém de serem ricos em muitos nutrientes e uma excelente fonte de proteína.

Ovos

Possuem carboidratos quase zero. Ovos são carregados com todos os tipos de nutrientes, além de nutrientes cerebrais. Estão entre os alimentos nutritivos e saudáveis do planeta.

Grupo dos Peixes e Frutos do Mar

Possuem praticamente zero de carboidratos. São incrivelmente nutritivos e saudáveis, ricos em B12, iodo e ácidos graxos ômega-3, nutrientes um pouco escassos na alimentação do dia a dia.
Atenção especial para o salmão, ele contém grandes quantidades de gorduras saudáveis para o coração por ser um peixe gordo. Zero de carboidratos.

 Grupo dos Legumes

Quase todos os vegetais são baixos em carboidratos. Vegetais crucíferos e folhas verdes, tem quantidades baixas de carboidratos.
Atenção em legumes com amido, como batatas, esses tipo de legumes, são ricos em carboidratos.

Grupo das Frutas

As frutas são saudáveis e naturais, mas atenção, pois elas nem sempre são indicadas é necessários entender cada uma delas, pois algumas são ricas em frutose (açúcar da fruta), mas há aquelas com baixo teor de açúcar como morangos e abacates. Para entender mais sugiro a leitura frutas permitidas dieta low carb;

Grupo das Bebidas

Quase todas as bebidas, se não for adicionada açúcar são perfeitamente aceitáveis na alimentação Low Carb, atenção para a cerveja, não é recomendado.
A dieta Low Carb além de trazer diversos benéficios proporciona uma alimentação saúdavel (comida de verdade) sem o sofrimento de passar fome, pois ela por si própria reduz a vontade de comer e principalmente comer glicose (doces, refrigerante, açucares, balas, etc.) que é um dos principais causadores do aumento de peso.
Gostou das dicas? Compartilhe para mais pessoas conhecerem os melhores tipo de alimentos na dieta Low Carb e deixe sue comentário e sugestões.

Os 10 Erros cometidos na dieta Low Carb

Alguns erros podem ser cometidos ao se iniciar a dieta Low Carb, listamos 10 erros que normalmente as pessoas cometem na dieta Low Carb.
Os 10 Erros Cometidos Low Carb
Os 10 Erros Cometidos Low Carb

1 – Não se informar sobre a dieta

Não só na dieta Low Carb, mas em qualquer ‘’empreendimento’’ em sua vida, ter as informações necessário de como é a dieta como ela funciona, quais os seus alimentos, seus sintomas colaterais, saber se realmente pode fazer, para isso também é muito importante conhecer o seu corpo e seu funcionamento. Aconselhamos sempre o acompanhamento de um especialista.

2 – Comer demais, e sem fome

A dieta Low Carb não restringe refeições, você pode comer sempre que sentir fome, mas isso não é um sinal verde para comer toda hora, saiba muito bem quando você está comendo por que esta sentindo fome, ou está comendo só por vontade de comer mesmo os alimentos Low Carb.

3 – Não controlar a dieta(se organizar)

Organização e planejamento é um aspecto essencial em nossas atitudes, na dieta Low Carb não é diferente. Você sabe o que comeu ontem? Saberá o que vai comer amanha?.
Controle sua alimentação, anote o que comeu e o que irá comer, um planejamento da semana é uma excelente opção, assim sua dieta não vai cair na rotina e você ainda vai variar a alimentação, não comendo apenas as mesmas coisas, veja alguns exemplos de Cardápio para dieta Low Carb refeições.
Hoje em dia existem diversos aplicativos para controlar alimentação, anotar os alimentos, ver as quantidades de substância que há nele, só não se planeja quem não quer, com a tecnologia ficou muito fácil se organizar.

4 – Desistir antes do tempo

Você leva anos para engordar, é muito perigoso achar que vai emagrecer da noite para o dia, assim como qualquer ‘’empreendimento’’ é necessário foco e disposição, não saia da dieta, seja fiel ao compromisso com a sua saúde, ela agradece.

5 – Não ajustar a ingesta de sal

O objetivo da dieta de é baixar o teor de carboidratos e consequentemente os picos de insulina no sangue. Ao reduzir o nível de insulina, ela atua nos rins reduzindo o sal no organismo, e este se perder na urina e ocorre um desequilíbrio no corpo (hidroeletrolítico) causando uma sensação de mal estar que as pessoas sentem no início da dieta. Ajuste a ingestão de sal para o controle

6 – Ingerir álcool em excesso

Para começar o álcool tem um alto teor calórico, semelhante ao dar gordura. Ele também interfere na nossa sensibilidade por doce, a pessoa perde o sabor de doce dos alimentos que pode influenciar na ingestão a mais de doces(carboidratos) prejudicando a dieta.

7 – Comer carboidratos demais

A dieta Low Carb tem como objetivo diminuir a quantidade de carboidratos consumidos diariamente, é muito importante organizar a quantidade que está consumindo, muitas pessoas perdem o controle e visam apenas os alimentos Low Carb, esquecendo que apesar de comer apenas esse alimentos alguns deles tem uma quantidade de carboidratos (mesmo que pequena) e não controlam a quantidade ingerida diariamente o que atrapalha o alcance da meta

8 – Ter medo de comer gordura

Não caia no erro de pensar que só porque reduzir carboidratos emagrece, reduzir carboidratos e gordura vai ser ainda melhor.
Você precisa conseguir energia para o seu corpo de algum lugar, já que os carboidratos foram reduzidos, você deve então adicionar gordura como troca. Se você não fizer isso ficará com fome e se sentirá mal eventualmente e desistira da dieta. Não há uma razão científica para temer gordura, claro, desde que você escolha gorduras saudáveis como ômega 3 e monoinsaturada.
Uma dieta com poucos carboidratos precisa ter gordura, caso contrário, seu corpo não terá energia para se sustentar

9 - Comer muita castanha

Castanhas são alimentos reais, sem dúvidas. E também tem um ponto positivo, elas têm cerca de 70% de calorias de gordura.
Mas podemos correr um serio risco de comer castanha demais, achar que sempre está com fome e comer castanhas no lugar. Sempre avalia se estar com fome ou com vontade de comer, tem uma grande diferença.
É muito fácil comê-las demais. Se você não consegue parar e come constantemente, tente eliminá-las.

10 - Não se exercitar

A dieta Low Carb naturalmente faz com que perca peso. Mas sempre é importante se exercitar.
A dieta também tem o objetivo de melhor a saúde com práticas mais saudáveis de alimentação, um exercício com certeza ajudará ainda mais a saúda.
Não faça com a meta de queimar calorias. Exercícios ao longo prazo melhora sua saúde metabólica e ajuda a perder peso, aumenta a massa muscular e faz você se sentir muito melhor.
Musculação – Melhora sem ambiente hormonal e aumenta sua massa muscular,  o que te ajudará a perder peso a longo prazo.
Treino em intervalos – Fazer intervalos muito intensos é uma excelente forma de melhorar seu metabolismo e aumentar seus níveis de hormônio de crescimento humano.
Baixa intensidade – Fazer exercício de baixa intensidade é uma ótima ideia, lembre-se, o corpo humano é feito para se mover e não ficar parado o dia todo.

Você é diabético? Então leia isso!

A dieta Low Carb nos traz diversos benefícios, além de perder peso, comemos comida de verdade o que aumenta no saúde e hábitos alimentar.
Com a dieta a vontade de comer doces diminui e o nosso apetite também, a própria dieta Low Carb nos ajuda diminuir essas vontades.
4 Benefícios da Low Carb na Diabetes
4 Benefícios da Low Carb na Diabetes
Na dieta Low Carb você também não precisa passar fome, pelo contrário, come muito bom, mas comida de verdade. Se você está perdido nessas vantagens sugiro que leia como funciona a dieta Low Carb
Além disso tudo, essa dieta maravilhosa continua nos surpreendendo e traz  grandes benefícios para aqueles que tem diabetes. Veja 4 deles:

1 – Dieta Low é significativamente melhor em pessoas com diabetes tipo 2

Aderir a dieta Low Carb geralmente é melhor, como ela não impõe limites de calorias, apenas de carboidratos. Ela oferece satisfação evita o sofrimento de ‘’passar fome’’ nas dietas convencionais, essa saciedade vem das proteínas e da gordura.
Os que fazem dos seus hábitos alimentares a dieta Low Carb também se sentem mais satisfeito e motivados a fazerem a dieta.

2 - Reduz glicose no sangue

O carboidrato é a principal substância que provem a glicose no sangue. Como a dieta Low Carb tem o objetivo de reduzir a quantidade de carboidratos consumidos diariamente, consequentemente a glicose também irá diminuir, bem como a hemoglobina glicada.
Um estudo que teve como comparativo uma dieta com baixos índices de carboidrato (Low Carb) a uma dieta pobre em calorias, aplicado em uma amostra de 102 diabéticos e 261 não diabéticos, teve como resultados que os diabéticos com dieta com baixos índices de carboidratos reduziram a hemoglobina glicada de 8 para 6,2%, enquanto o grupo com dieta hipercalórica permaneceu acima de 7,5%.

3 – Gordura saturada é influenciada mais pela ingestão de carboidratos do que pela quantidade de gordura ingerida na dieta

O receito de aumentar o colesterol é um grande temor para iniciar a dieta Low Carb (pobre em carboidratos).
Em um estudo com portadores de síndrome metabólica tratados com a dieta com baixos índices de carboidratos na alimentação, os níveis de ácidos graxos saturados diminuíram quando comparados ao grupo que ingeriu dieta com pouca gordura.

4 - É geralmente benéfico substitui carboidratos por proteínas

Um estudo envolvendo 1141 diabéticos em dieta Low Carb (pobre em carboidratos), mostrou uma significativa redução no peso corporal, triglicerídeos e pressão arterial comparado com outro grupo com dieta com baixos índices de gordura.
Restringir carboidratos em sua alimentação é comprovado as reações significativas que causam na saúde. As vantagens da dieta Low Carb é oferecer uma maior saciedade, sem a necessidade de reduzir as calorias diárias.
Para diabéticos é uma opção eficaz. Porém essa dieta não é milagrosa, precisa de disciplina como qualquer outra, e não oferece a cura, e sim um excelente controle da diabetes, e claro, melhora seus hábitos alimentares.
Aconselhamos sempre procurar um especialista, através dele vai te proporcionar maior segurança e como adaptar a dieta Low Carb a sua saúde e estilo de vida.
Gostou? Compartilhe para mais pessoas conhecer o poder da dieta Low Carb para controle da diabetes. Deixe um comentário com sua experiência com a dieta.

3 dados científicos sobre a dieta Low Carb

A dieta Low Carb já foi comprovada por diversos estudos, com grupos de pessoas diferente e os resultados sempre foram como esperado. Segue 3 dados que comprovam a eficácia da dieta Low Carb
3 Dados Científicos da Low Carb
3 Dados Científicos da Low Carb
Meckling KA, et al. Comparação de uma dieta baixa em gorduras a uma dieta pobre em carboidratos na perda de peso, composição corporal e fatores de risco para diabetes e doença cardiovascular na vida real em homens e mulheres com sobrepeso. The Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism, de 2004.
Nesse estudo 40 indivíduos acima do peso foram divididos para a dieta Low Carb e o outro para uma dieta baixa em gorduras durante 10 semanas, as calorias desse grupo foram controladas.
O grupo da dieta Low Carb perdeu 7,0 kg (15,4 lbs) e o grupo de baixo teor de gordura perdeu 6,8 kg (14,9 lbs). A diferença não foi estatisticamente significativa.
Ambos os grupos perderam a mesma quantidade de peso. Algumas outras diferenças notáveis ​​nos biomarcadores:
  • Diminuição da pressão arterial em ambos os grupos, tanto sistólica e diastólica;
  • Os triglicéridos diminuiu em ambos os grupos, mais na Low Carb;
  • Colesterol HDL subiu no grupo Low-carb, mas diminuiu no grupo de baixa gordura; e
  • Açúcar no sangue desceu em ambos os grupos, mas apenas o grupo low-carb apresentou reduções nos níveis de insulina, indicando melhorou a sensibilidade à insulina.
Mostra que mesmo perdendo a mesma quantidade de peso o grupo da dieta Low Carb teve mais melhorias em sua saúde.
Yancy WS Jr, et ai. Uma dieta de baixo teor de carboidratos, dieta cetogênica versus uma dieta de baixa gordura para tratar a obesidade e hiperlipidemia. Annals of Internal Medicine, de 2004.
120 indivíduos acima do peso e lipídios sanguíneos elevados foram divididos para dieta Low Carb ou uma dieta de baixo teor de gordura. O estudo durou 24 semanas, o grupo de baixo teor de gordura foi de diminuir calorias. O grupo de baixo teor de gordura foi de restrição calórica.
O grupo da dieta Low Carb perdeu 9,4 kg (20,7 lbs) de seu peso corporal total, em comparação com 4,8 kg (10,6 lbs) no grupo de baixo teor de gordura.
O grupo da dieta Low Carb perdeu significativamente mais peso e ainda maiores melhorias em  triglicérides no sangue e colesterol HDL.
Sondike SB, et al. Efeitos de uma dieta pobre em carboidratos na perda de peso e fatores de risco cardiovascular em adolescentes com excesso de peso. The Journal of Pediatrics de 2003.
Nesse estudo 30 adolescentes que estavam acima do peso foram divididos em dois grupos, um com a dieta Low Carb e outro com uma dieta de baixa gordura. O estudo durou por 12 semanas.
O grupo da dieta Low Carb enquanto o grupo de baixo teor de gordura perdeu 4,1 kg (9 libras). A diferença foi estatisticamente significativa.
O grupo low-carb perdeu significativamente mais peso e além disso tiverem significativas reduções nos triglicérides e colesterol não HDL.
Com esses 3 dados já é o bastante para comprovar que a dieta Low Carb funciona, além dos grandes benéficios que ela traz para a saúde.

 

Conclusão

Low Carb é a dieta do momento, não porque é mais uma moda, mas uma tentativa de perder peso e melhora seus hábitos alimentares, mas porque ela traz resultados sem o sofrimento da maioria das dietas, basta apenas comer comida de verdade e diminuindo os carboidratos.
É necessário conhecer bem a dieta e a sua meta, quantos quilos quer perder ou apenas melhorar seus hábitos alimentares, as respostas para essas perguntas vão influenciar na intensidade da sua dieta, se você não sabe sobre essa dieta, sugiro ler como funciona a dieta Low Carb.
Resultados da Dieta Low Carb
Resultados da Dieta Low Carb
Também sugiro ler alimentos permitidos na Low Carb para você entender melhor o que é comer comida de verdade e quais alimentos são permitidos ou não na dieta.
Os resultados da dieta Low Carb são surpreendentes, confira alguns:

Emagrecimento

É o objetivo da grande maioria que deseja fazer dieta, há aqueles que querem apenas melhorar os hábitos alimentares, outros por motivo de saúde, aconselho sempre buscar um especialista.
Para os que querem emagrecer a boa notícia que dá resultados, há relatos de pessoas que perderam 10kg em 30 dias, 5kg em 4 dias, entre outros relatos, nas redes sociais estão repletos deles.
A quantidade de peso que irá perder depende exclusivamente de você, pois você pode fazer uma dieta com uma alta intensidade ou baixa intensidade. Alta intensidade é cortando muito carboidratos na alimentação alguma atividade não apenas para emagrecer, mais há inúmeras vantagem para quem prática, o objetivo não deve ser apenas emagrecer mais melhorar sua saúde, comer pela atividade física é uma ótima ideia.

Diminuição da fome

Naturalmente você perde a vontade de comer de forma desesperada. É muito importante ressaltar sobre necessidade de comer ou apenas vontade, conheça seu corpo, come quando estiver precisando, realmente com fome, não apenas pelo desejo da comida, atualmente os alimentos estão tão acessíveis seus diversos sabores que podemos perder a sensibilidade do que é fome e do que é apenas um simples desejo, fique atento, principalmente durante a dieta Low Carb.

Diminui desejo de comer doces

Devido a diminuição de glicose proveniente dos carboidratos junto com a diminuição da fome, seu desejo por doces diminui o que ajuda a não ‘’sofrer’’ na dieta, ela mesmo ajuda você perder essas vontades o que diminui seu esforço para comer.
Além desses resultados existem outros, há diversos relatos, estudos e pesquisas que comprovam os benefícios dessa dieta.
Atividade física também é um fator decisivo para perder mais peso, a perda de peso vai ocorrer naturalmente, porém caso faça uma atividade física esse processo vai aumentar, aconselho sempre buscar
Como qualquer ‘’empreendimento’’ em nossas vidas, na dieta Low Carb é necessário disciplina para o controle da quantidade de carboidratos ingeridos diariamente. Pode comer bastantes tipos de alimentos e saudáveis, mas o controle é essencial para o êxito da dieta.
Gostou dos resultados? Veja Cardápio para dieta Low Carb refeições para montar excelentes pratos e começar a comer comida de verdade, emagrecendo sem sofrer por isso. Deixe nos comentários suas experiências.
É isso ai, a dieta low carb chegou e nosso desejo é fazer um acompanhamento sério e constante com você, pois já possuímos vários resultados de pessoas (inclusive eu) que perdeu mais de 10 quilos com 3 mês de low carb apenas.